Buscar

Meu lar


Meu corpo nunca foi meu lar.

Minha mente nunca foi minha paz.

Só de pensar em todos os momentos em que me senti tão perdida, me entristeço.

A culpa nunca foi do corpo ou da mente.

A culpa é da falta de não se pertencer.

Sou muito frágil para lutar, já desisti.

Procurei várias maneiras de mudar meu reflexo e não aprendi a não me importar.

Importa mesmo a paz.

Esquecer as imagens e ver a alma.

Quero me colorir e me extrapolar em luz.

Não quero ter vergonha do amor, de amar.

Não quero mudar pra me encaixar.

Quero evoluir pra transbordar.

Hoje ainda dói olhar para o meu corpo, fiz uma imagem muito dura dele. Joguei vergonha, medo e frustrações.

Hoje sinto dores.

Dores de medo, insegurança, baixa auto estima e sentimentos de inferioridade.

No peso dessas dores e vergonhas que vivo.

Eu vivo, desvivo e revivo.

3 visualizações

© 2018 por Algumas Verdades. Orgulhosamente criado com Wix.com