Buscar

Não leve nada para o lado pessoal

Atualizado: 10 de Out de 2018

Será que é possível?

O certo seria não nos importarmos se alguém nos rejeita, ignora ou não combina de alguma forma, certo? Mas a prática é um pouco diferente. O sentimento de culpa é instantâneo, e não somos capazes de ser realistas. Quando levamos tudo para o lado pessoal estamos prejudicando a nossa auto estima, a forma como nos enxergamos como indivíduos e a forma como nos posicionamos diante da vida. Começamos a agir com vitimismos. As razões pelas quais levaram determinada pessoa a agir com rejeição, insensibilidade são muitas e estão fora do nosso alcance. Nós não podemos ler os pensamentos ou ter bola de cristal para prever os próximos passos de alguém.


"Não é nada pessoal. São apenas negócios." - O Poderoso Chefão.

Já parou pra pensar que todas as vezes que levamos algo para o lado pessoal estamos concordando com o que está sendo dito?!

Tudo vem da importância pessoal. A verdade é que nada do que as pessoas fazem é motivado por você. Cada pessoa vive a sua vida, a sua maneira. Mesmo quando a situação parecer pessoal, ou a ofenda for direcionada, lembre-se, nada tem a ver com você.

Quando levamos as coisas para o lado pessoal começamos a aceitar o lixo emocional dos outros e esse lixo se torna nosso.


“Você não é importante. Acostume-se com isso”.

O que você pensa a meu respeito não é importante para mim, por isso eu não levo para o lado pessoal. Fácil de falar, né? Ou escrever.

Quando entendemos quem somos, não deixamos que as coisas nos afetem tão facilmente. Perdemos a necessidade de ser aceitos. Você passa a lidar consigo mesmo, não com o próximo. Você passa a entender que está magoando só a si. Seu ponto de vista é estritamente pessoal.

Todos vemos o mundo baseado nos compromissos que assumimos.

O nosso sofrimento é um vício de um compromisso que reafirmamos todos os dias. Precisamos ter mais autoconfiança e escolher acreditar ou não quando alguém nos diz algo. O que você acha de fazer um inventário dos seus compromissos, aqueles que você assume com você todos os dias, e descobrir aí onde começam os conflitos, e assim ordenar o caos. Muitas vezes a opinião que temos de nós mesmos não é verdadeira, por isso não há necessidade de levar para o lado pessoal tudo o que nossa mente fala. A nossa mente, acredite, tem a capacidade de conversar consigo mesma. Parte dela está falando e parte ouvindo.

Se conseguirmos ser verdadeiros conosco, poderemos evitar muitas feridas emocionais.

Sua inveja, raiva, e ciúmes irão desaparecer, até mesmo a tristeza pode se dissolver quando aprendemos a não levar as coisas para o lado pessoal.


Um toque de leve

Não somos responsáveis pela ação dos outros. Quando compreendemos essa realidade como verdadeira, começamos a recusar a levar as coisas para o lado pessoal, e dificilmente seremos atingidos pelos comentários descuidados ou as ações de terceiros.

Tudo é como enxergamos a situação, se acreditamos que o mundo está a nos atacar, realmente isto será a nossa realidade. E tudo ao nosso vai parecer estar sendo feito ou falado para nós, por nós e de nós.

Comece mudando a sua forma de enxergar as situações. Filtre as informações que chegam até você, pense se é verdade, se é algo que vai ser bom para você, se vai ser necessário na sua vida, causar uma boa mudança.

Aceite que as pessoas são diferentes. Cada qual a sua maneira, com pensamentos, gostos distintos, colorindo o mundo com diversidade.

Vamos mudar o nosso prisma para o AMOR. Ver tudo com olhos amorosos limpando nossa visão do espectro de elogios e críticas.


Vamos fazer um acordo hoje? Procure nos próximos dias se encher de bom humor, com bastante energia e autoconfiança.

Diga a si todos os dias a partir de hoje, sou amado, bem-sucedido, talentoso e independente da opinião alheia consigo atribuir cada vez menos peso ao que os outros pensam, fazem ou falam.

Encontre coisas para adicionar ao seu dia a dia, uma nova atividade, um voluntariado, por que não? Ajudar aos amigos. Coisas que você fazia mais foi abandonando aos poucos, resgata isso. Encha sua vida com alegria.

Pratique a empatia e perdão. Quando forem rudes vá na contramão e seja educado.


“Dedique-se ao bem que você merece e deseja para si mesmo. Dê a si mesmo paz de espírito. Você merece ser feliz. Você merece deleite.” - Mark Victor Hansen

0 visualização

© 2018 por Algumas Verdades. Orgulhosamente criado com Wix.com